Bits to Brands #100 | Criadores precisam ser curadores

O papel da curadoria de conteúdo na internet de hoje

Tempo de leitura: 6 minutos

“Um post sozinho não é nada, mas publique mil posts em dez anos, e eles se tornam o trabalho de uma vida” Austin Kleon

“Você encontra a sua voz conforme você trilha o seu caminho. (…) Escrever é um processo de descoberta. Escrever posts é uma ferramenta essencial para meditar sobre um assunto que você considera importante” Marc Weidenbaum

Com essas duas frases com as quais me identifiquei profundamente, celebro 100 edições hoje.

Em 100 edições, esse espaço foi de uma ideia na minha cabeça a um lugar onde muita gente encontra ideias, inspiração e referência. Já rendeu inúmeros frutos, em formato de parceria, palestras, convites, propostas, mas principalmente pessoas.

Obrigada, de verdade, por construir isso comigo.

Em clima de comemoração, me conta nos comentários: qual foi a edição que mais te marcou até hoje?

Leave a comment

-Rumo às 200, Beatriz

PS: para falar direto comigo, use o botão “responder”, ou escreva para beatriz@bitstobrands.com :)

Criadores precisam ser curadores

Se imagens valem mais que mil palavras, eu não preciso comentar mais sobre a quantidade de conteúdo sendo gerado na internet todos os dias. São cada vez mais creators, cada vez mais posts, cada vez mais opções em cada vez mais plataformas, e não há o mínimo sinal de desaceleração no horizonte (apesar do movimento slow content, que mencionamos na última edição).

Nesse contexto, o questionamento que todo criador de conteúdo deve se fazer antes de postar qualquer coisa é: será que o mundo precisa de MAIS UM conteúdo sobre isso?

Será que já não teve uma, ou duas ou várias outras fontes que abordaram esse assunto de maneira que você concorda ou admira?

Da mesma forma, o questionamento que todo mundo deve fazer frente à ansiedade de tentar se manter atualizado sobre tudo que gostaria é: será que não dá pra confiar em alguém para filtrar o mais importante pra mim?

Essa dinâmica define a importância da curadoria de conteúdo.

Curadoria de conteúdo é o exercício de filtrar aquilo que é mais relevante para a sua audiência naquele momento, com o devido contexto e créditos à fonte original. É investigação, edição e conexão de informações que já existem, criando um todo muito mais valioso que a soma das suas partes.

Para além de uma lista de recomendações, uma curadoria séria e consistente atribui um status de "se está aqui, deve ser importante” para os conteúdos que inclui. Isso porque ela conecta um tópico antes aleatório a um ponto de vista, um propósito e uma comunidade.

A curadoria é o remédio para o FOMO.

Para criadores, que podem se libertar da pressão de sempre ter algo novo a dizer e se dedicar a diminuir o barulho da internet - criando um ambiente onde a informação flui mais livremente, e onde a seleção de poucos e relevantes assuntos transmite ainda mais confiança.

E também para as pessoas, que encontram nas suas curadorias favoritas a promessa de aprender o que nem sabiam que precisavam, ou se manter atualizadas enquanto podem ignorar o excesso de informação com a tranquilidade de saber que o que importa, vai chegar até elas.

É como um algoritmo que mostra aquilo que você quer ver, só que artesanal e humano. É você e outra pessoa, que compartilha os mesmos interesses e se dedica a separar o essencial do superficial - para si mesma, e para os outros.

É aliar o melhor das plataformas digitais, que permitem que você receba informações no formato que preferir, com o melhor das relações: admiração, confiança e troca.

Curadoria de conteúdo é bote salva-vidas, numa internet que é oceano cada vez mais vasto, agitado e profundo de informação.

Garanta logo o seu.

_

PARA SABER MAIS SOBRE O TEMA:
Essa edição da newsletter The Sociology of Business
“The business model of good taste”, artigo no Medium por Gaby Goldberg
“Esqueça os influenciadores, o futuro é dos curadores”, artigo no Medium por Mike Raab

para compartilhar essa edição e convidar mais pessoas a assinar a Bits to Brands, agora é tão fácil quanto apertar um botão. aperta pra ver :)

Share


Momento de Inspiração

A Danone trouxe de volta o Lucas Silva e Silva, para comunicar a sua ação social. No início de 2019, falamos do “#throwback” como tendência. Recentemente, teve também a volta da Ana Paula Arósio ao horário comercial. A sensação é de que figuras amplamente conhecidas e icônicas ficam cada vez mais distantes no tempo, conforme as bolhas e os nichos ganham força. Mas não tem como não curtir esses retornos inesperados.


Caixa de Perguntas

(deixe aqui neste link sua pergunta sobre construção de marca, uma tendência recente, sobre newsletter ou estratégia de conteúdo, que toda semana uma delas será respondida)

Oi Beatriz, tudo bem? Bom, minha maior dúvida é tirar um projeto do papel. Estou surtando desde o começo do ano, estudando dia e noite, fazendo vários cursos para poder me sentir preparada para lançar uma marca E NÃO CONSIGO. Eu travo só de pensar em fazer algo, em criar algo e isso é muito doloroso. Pensar na minha marca tornou-se algo extremamente doloroso! Como foi para você esse início?

100 edições depois, acho que são 2 passos: encontrar a sua motivação, e ir com calma.

Lá atrás, minhas maiores motivações eram conhecer pessoas e mostrar o que eu sabia. Hoje, elas evoluíram para ajudar as pessoas a entender melhor o mundo e fazer conexões de valor. Isso é o que me move, especialmente quando bate o cansaço ou a síndrome da impostora. Então eu perguntaria: por que você quer lançar essa marca? O que você quer criar? Qual o seu formato favorito, o lugar na internet onde você se sente mais confortável?

E aí vai um passo de cada vez. A Bits era muito diferente no início do que é hoje, e começar devagar foi algo que me ajudou a encontrar minha voz e meu ritmo. Compartilhe uma referência. Crie um post. Escreva um texto. A gente sempre espera estar 100% pronta para começar algo, mas é no processo que a confiança vai aumentando. Boa sorte :)


O que ler/assistir/conferir

Para quem curtiu o tema de hoje, neste fim de semana acontece a Imersão Branding Lab, um evento para compartilhar na prática lições de branding, conteúdo e social media. Vou dar uma palestra sobre curadoria de conteúdo, aprofundando a tendência e também ensinando o meu processo, com dicas e exemplos. Compre o seu ingresso aqui.

O fim da novela TikTok. Ou não. O presidente Trump tentou forçar uma venda ou uma expulsão do TikTok. Então, a China proibiu que o algoritmo da plataforma fosse incluído em qualquer negociação. E agora, com uma chamada “parceria” com a Oracle, parece que não vai ter nem venda, nem expulsão, nem algoritmo. O que vai acontecer de fato ainda está para desenrolar. Recomendo análise da Big Technology, e este tweet:

A volta dos que não foram. Uma reportagem fascinante do New York Times sobre millenials que se viram de volta à casa dos pais durante a pandemia, tendo que confrontar seus quartos, objetos e lembranças da adolescência. “Muitos descrevem isso como visitar um museu de relíquias de quem eles foram um dia". Quem passou por isso certamente vai se identificar.

Meera Parat, Jacob Brian Wilson and Alex Rose in their childhood bedrooms.

O nosso vício em tecnologia. Muito bem explicado nessa entrevista da BBC com a autora Marta Peirano. Uma boa leitura complementar para quem já assistiu “O Dilema das Redes” na Netflix - eu ainda não terminei, essa review fica pra semana que vem.

Cinco tipos de cancelamento. Definidos, explicados e exemplificados. Com base numa pesquisa feita com mais de 900 pessoas, questionando como, por que e quando elas cancelaram uma marca. Análise feita por mim, que será apresentada na próxima quinta (24/09) no evento NEXT, da MindMiners. Palestra gratuita, é só se inscrever aqui.


Manda jobs!

(se você tem vagas abertas e quer atrair gente boa e sempre ligada em novidades, pode mandar em beatriz@bitstobrands.com)

Todas as vagas que já chegaram até aqui estão reunidas neste link, que é atualizado sempre que novas oportunidades chegam por e-mail. Se tem alguma vaga aberta na sua empresa, conta aqui pra nós que certamente tem gente procurando!


obrigada por ler até o final! deixa um comentário me conta o que mais gostou na edição de hoje? :)

Leave a comment


👩🏻‍💻 curadoria e textos por Beatriz Guarezi. estrategista de marcas, curadora de conteúdo e escritora de e-mails.

📩 essa é uma newsletter semanal sobre tendências de tecnologia e comportamento para marcas. se você aproveitou essa edição e ainda não assina, receba por e-mail: