Bits to Brands #45 | O fim do iTunes, Friends e IKEA, Pokemon Sleep e mais

Só uma nota

Oi!
Essa foi uma daquelas semanas com pouco tempo para elaborar um texto mais longo, mas muitos (muitos!) links interessantes. Então vou deixar com que eles sejam o destaque dessa edição. Aproveite!

Obrigada a todos que deixaram o seu ponto de vista sobre a "aplicativização" das pessoas, e fizeram da edição passada a mais respondida de todas. Estou lendo e respondendo cada um aos poucos, e inspirada a realizar algo que sempre quis com esse projeto: um conteúdo com diversos pontos de vista, da rede que formamos por aqui. Stay tuned :)


Compensando a falta de GIFs de semana passada com essa mulher que dispensa adjetivos e vai estrear na segunda temporada de Big Little Lies <3
- Beatriz

~ tudo que você precisa saber essa semana ~

uma edição daquelas de fazer média com os colegas - e depois convidar pra assinar também, claro :)

Os melhores links da semana


Inteligência artificial e pizza
Às vezes a gente não sabe se a Domino's é uma empresa de tecnologia ou de pizza. Na dúvida, a gente ama. Esse é o DOM Pizza Checker, uma inteligência artificial que faz controle de qualidade das pizzas para garantir que elas estejam perfeitas. Um case ótimo de IA e machine learning na prática.

Esse tal de Pokemon Sleep
A Niantic anunciou um spin-off de Pokemon Go que vai medir o tempo de sono dos usuários e adaptar o jogo conforme a hora em que eles acordam. A justificativa oficial é "gamificar e estimular bons hábitos de sono". Mas algo me diz que a não-oficial passe por uma montanha de dados de comportamento que serão obtidos...

O mundo precisa de uma "tech diet"
E esse material da UX Design explica não só por que, mas também dá um passo a passo de como podemos pensar produtos melhores para os usuários. Bem escrito, bem ilustrado, muito inspirador. Certamente vou voltar muitas vezes nesse link para referências.

VSCO: A anti-rede social
Um pouco sobre a plataforma de edição e compartilhamento de fotos que não tem likes e funciona por assinatura, e por isso traçou uma linha clara entre 'redes sociais feitas para nós e redes sociais feitas para anunciantes'. O modelo é freemium, mas mais de 2 milhões de usuários pagaram pelo produto. "There’s no need to compromise between what’s best for users and what’s best for customers when they are one and the same."

O que você precisa ler sobre a Apple WWDC:
1) Do Manual do Usuário, um resumo de todos os lançamentos
2) Da Lifewire, os comentários do Lance Ulanoff sobre as principais novidades

Adeus, iTunes


Em meio a todos os lançamentos na conferência da Apple, o assunto mais comentado é justamente um cancelamento. O iTunes será desmembrado em três serviços - um baque para os adolescentes que éramos quando ele foi lançado.

Enquanto lidamos com essa perda, duas reflexões muito necessárias:

Do Nexo, "Como o iTunes mudou o consumo e a distribuição de música"
Foi um momento de empoderamento do ouvinte, que passou a ter um controle inédito sobre o fluxo e programação dos sons que queria escutar. O hábito de montar e consumir playlists se disseminou e a ideia de apreciar um álbum por inteiro perdeu terreno.

E do New York Times, uma carta de despedida ao serviço que fez parte das nossas vidas.

"Eu considero o iTunes uma peça essencial do que eu chamo de 'Internet do Meio' - o período entre o faroeste do Napster e a era hiper-centralizada de Facebook e Youtube.

Ele preencheu um intervalo tecnológico importante no período em que muita gente tinha acesso à internet, mas poucos tinham smartphones com pacotes de dados capazes de processar streamings de mídia em alta qualidade.

Era também um tempo em que as pessoas ativamente selecionavam o seu conteúdo online, ao invés de ter algorítimos dando de mão beijada."


RIP :(

uma imagem da interface do iTunes na época do seu lançamento, em 2003.

Quero morar nessa referência

Literalmente.
A IKEA selecionou ambientes icônicos do entretenimento e os recriou com móveis disponíveis no seu site, criando o que eu aposto que vai ser uma dos melhores campanhas do ano.
Eu amo quando marcas e entretenimento se encontram de um jeito tão inteligente.
Olha como ficou o apê da Monica <3

uma montagem de duas imagens. acima, o apartamento da monica em friends. abaixo, uma reconstrução do apê com móveis disponíveis na IKEA e seus preços ao lado. apesar dos móveis serem diferentes, a similaridade é impressionante.